quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Decidindo Firmemente (2)

Música da semana, com o mesmo nome e o mesmo princípio do Blog..
Abençoou minha semana e o Senhor falou comigo!
Espero que possa abençoar a vida de vocês também! =]


Decidindo Firmemente

Samir Machado
Decidindo não contaminar-nos com o pecado
e o mundo nós vamos andar
Dependendo do Senhor em todo o tempo

é o melhor pra mim, pra você
Sempre em frente prosseguindo pro alvo

sustentando um ao outro iremos chegar
Proclamando e desvendando a todos

o propósito eterno de Deus

Vivendo firmes como Daniel,
andando firmes, firmes em JesusE certamente Deus vai aprovar nossa decisão.

Decidindo firmemente por JesusDeixando a vida, nos negando e tomando nossa cruz,
Somos chamados a uma nova aliança,
Em segurança, confiança e plena comunhão com Deus

http://www.jesusdecidoporti.com.br/musicas

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Amigo de verdade


Como é bonito ver a amizade que Jesus tinha com seus discípulos. Andavam juntos em todo tempo, compartilhavam o trabalho, repartiam as refeições.. se conheciam muito bem.

Assim é também entre os irmãos na igreja ou mesmo na família, uns se preocupam com os outros e desejam o melhor para o amigo. E o que é o melhor? Eu acredito que o melhor para mim e para qualquer um dos meus amigos é estar no centro da vontade de Deus.. certo?
Mas nem sempre acontece assim... mesmo aqueles amigos que conhecem o Senhor, mesmo nossa familia podem tentar nos agradar mais do que agradar nosso Deus - aquele para Quem e por meio de Quem tudo deve ser feito.

Aconteceu até mesmo com Jesus...
"Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia.
E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso.
Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens."

Mateus 16:21-23

Infelizmente, temos a tendência natural de procurar amigos que "queiram o nosso melhor", aqueles que vão dizer algo legal e nos fazer mais confortáveis no meio de uma situação complicada. Entendam que não tenho nada contra sermos consolados pelos irmãos no meio de lutas... tenho contra a nossa tendência natural de procurar conselhos que agradem a NOSSA vontade.
Nossa tendência natural é de SERMOS amigos assim também... por isso devemos estar sempre bem ligados ao nosso Senhor, para seguirmos nossa "tendência espiritual" e conseguirmos discernir o conselho que nos agrada daquele que agrada o Senhor, assim como Jesus fez!
Como é difícil construir amizades verdadeiras na nossa geração!
Considero aqui uma amizade verdadeira aquela que terá coragem de dizer quando você estiver errado! Amigo de verdade vai desejar que você seja transformado a semelhança de Cristo, por mais desconforto que isso possa causar no momento. Amigo de verdade vai aconselhar à luz da Bíblia e não considerando aquilo que você gostaria de ouvir. Amigo de verdade estará disposto a arriscar a amizade pra não abrir mão da Palavra... porque ama e teme mais ao Senhor do que a você!
Poucos hoje estão dispostos a ser um amigo de verdade!
Poucos hoje estão dispostos a ter um amigo de verdade!

Senhor, eu quero ter uma amizade que vai Te colocar em primeiro lugar, quero aconselhar conforme a Tua Palavra e ser transformada cada dia mais à imagem de Jesus!!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

365 vezes


A frase "Não temas." é usada 365 vezes na Bíblia,
o que 'por acaso' é o mesmo número de dias do ano. 

Será que dá pra tirar alguma lição? =p
Diariamente o Senhor nos convoca a não temer!
A cada manhã, a medida que as Suas misericórdias se renovam, é nos dada a oportunidade de decidir mais uma vez NÃO TEMER A BATALHA!
Ela já foi vencida de uma vez por todas pelo nosso Senhor. Precisamos apenas nos posicionar ao lado Daquele que vence.
Precisamos nos colocar de joelhos em Sua presença para então podermos encarar o mundo de pé, de cabeça erguida e sem temor... pois sabemos em quem temos crido!

Dentre os muitos "não temas"... o de hoje:
"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça."
Isaías 41:10


sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Geração que ora como Daniel

Confesso que não sou muito fã da cantora, na verdade nem conheço muito o trabalho dela. Apenas essa sua música me chamou atenção esses dias enquanto minha mãe ouvia rádio e eu estava por perto. TODA essa letra é muito forte... ficou ressoando na minha mente, como um desafio muito sério!

Até Tocar o Céu
Eyshila

Vou te buscar
Vou te adorar
Até tocar o Céu!
É tempo de vigiar e orar
É Tempo de buscar a face de Deus
É tempo de receber a sua direção
e o seu poder
É tempo de se levantar e agir
É tempo de ampliar a visão
É tempo de se arrepender
e clamar pelo Seu perdão.
É tempo de viver a realidade
de uma vida de temor e santidade
Com os olhos espirituais abertosPois a vinda de Jesus está muito perto
É tempo de parar de murmurar
E abrir a boca para abençoar
Porque somos os profetas desse tempo

Somos a geração do avivamento
Geração que denuncia o pecado,
mas ama o pecador
Geração que abre mão de tudo por causa do Senhor

Geração que não tolera Jezabel
Geração que ora como Daniel

Geração que busca a Deus até tocar o Céu!

Apesar de ser bastante difícil viver todas essas frases, quero sim fazer parte dessa geração que se levanta para buscar o Senhor e clamar pra que a nossa terra e nosso povo sejam tranformados!
Pai, me dá a tua visão, me ensina a agir! Sei que a volta do Teu Filho ta muito perto, então prepara-me, quero estar pronta!! Ensina-me a profetizar benção, quero ser a tua boca! Quero ser como Daniel!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

#SóPraMeninas ou ñ... Alguém como Daniel

O texto é a voz de uma menina, mas espero que muitos meninos possam também ler e buscar ser o cara desse texto.
A primeira vez que li esse texto eu devia ter uns 13... 14 anos. Marcou minha adolescência também (assim como a música do post de ontem).
Essa foi e continua sendo a minha oração! =]
Espero que esse poema possa ser benção e inspirar muitas meninas a decidir firmemente orar assim, pedindo ao Senhor um cara comprometido com Ele.



Meus 3 desafios são também decidir firmemente permanecer nessa decisão, não diminuir o nível de exigência a medida que o tempo passa... de não "pular" alguns itens dessa lista para adaptá-la a minha "paixão" do momento.. já que "ele é tão legal! e essa lista é muito longa mesmo, é muito difícil achar alguém assim!" e além de tudo, não só pedir alguém assim ao Senhor, mas também me preparar para poder acompanhar esse cara de Deus pois um cara que é assim tão comprometido com o Senhor, não estará a procura de uma garota de qualquer jeito... mas aquela que também estará de joelhos diante do Senhor.

Pai, eu quero e estou disposta a esperar por alguém como Daniel. Pai, ajuda-me a estar pronta para alguém assim!





ALGUÉM COMO DANIEL
                        de Myrtes Mathias

Senhor, seria ingênuo e ridículo,
Se não fosse tão sincero o anseio.
Mas a quem buscar, com este coração sensível,
Este corpo frágil, e esta alma que sonha,
Se não a ti que me conheces,
Pois que me fizeste?
Quero amar alguém, Senhor, mas alguém
Que me ajude a chegar cada vez mais perto de Ti.
Reconheci que a felicidade é relativa,
E proporcional à proximidade Tua.
De que me aproveita ser admirada, querida
por alguém que não Te conhece,
que não Te reconhece como Senhor,
e amigo verdadeiro?
Quero ser para aquele que Te peço,
Uma das demais coisas que lhe acrescentas,
Porque antes Te buscou primeiro.
Quero um amor tão forte e duradouro
Como uma prova de que de Ti desceu.
Capaz de compensar minha fragilidade,
Que, tendo como meta a eternidade,
Já na terra seja um pedaço de céu.
Não Te peço um David, de Michelangelo,
Nem um César com poder na mão:
Peço-Te um homem verdadeiro,
“que eu possa chamar de companheiro”,
que antes de esposo seja meu irmão.
Quero alguém que eu admire tanto
E que saiba tanto se fazer amar,
Que eu não me importe de diminuir
Para fazer grande o comum porvir
Do qual eu me orgulhe de participar.
Quero-o de joelhos diante de Ti,
Mas de pé diante do mundo cruel.
Que nada tema, senão Te ofender,
Que nada busque senão Teu querer:
No mundo de hoje, um outro Daniel!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Decidindo Firmemente!



Esse sim deveria ter sido o 1º post desse blog, mas o Senhor sabe de todas as coisas...
Há tempos Ele me deu essa idéia, um blog para compartilhar experiências, repartir palavras que Ele primeiramente fala comigo. Por tempos orei porque não sabia que nome colocar nesse blog... e o Senhor me levou a essa palavra de Daniel 1:8
“Daniel, porém, decidiu firmemente em seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.”
Creio que esse é o desejo do Senhor: ter uma geração (independente da idade), com o coração firme como o de Daniel, uma fé inabalável; uma geração decidida pela Palavra, que não se move pelo discurso da sociedade ou pela influência da maioria.
Tenho percebido que essa decisão de não contaminar-se não é tomada uma só vez, essa é uma decisão diária de separar-se, ficar firme e não ceder à doçura inicial dos manjares com que todos a sua volta parecem deliciar-se sem maiores conseqüências. Chamo de doçura inicial porque sabemos que o contato com essas iguarias, como diz a música aqui abaixo, é fatal... é como uma teia lambuzada de açúcar, em que ao menor contato você fica grudado e desse segundo em diante a doçura se torna mais amarga que o fel.

Apesar de falarmos de uma geração separada, essa é uma decisão individual. Provavelmente em diversos momentos você será o único diferente no meio de uma multidão, no meio de um povo. Assim foi com Daniel e assim já ocorreu comigo diversas vezes também, de me sentir um ET no meio da multidão. Nesse momento é que nosso coração é provado e nosso amor pelo Senhor se mostra inconfundível. Nada a não ser o amor pelo Senhor nos segura e sustenta nossa decisão de permanecer de pé enquanto todo restante do povo se prostra e “evita o incômodo de ser diferente”.
 Além de individual, essa é uma decisão pessoal. Daniel primeiro colocou essa idéia de permanecer no Senhor e não aceitar as leis e os deuses do povo de forma firme e profunda no seu coração e orou a esse respeito. 1º o papo foi só dele com Deus, depois é q ele foi conversar com homens e tornar sua decisão pública. Nossa decisão também é primeiramente diante de Deus, independente de alguém estar vendo. Precisamos estar bem certos, firmados no Senhor antes de tudo para depois sim encararmos o mundo de frente e mostrar o que temos decidido.
Quando decidimos não nos contaminar o Senhor também nos abençoa, pois é seu desejo a nossa santificação (I Tessalonicenses 4:3a). Isso valia pra Daniel quando achou graça diante do chefe dos eunucos e vale para nós também, quando temos que enfrentar situações difíceis e de oposição do mundo contra nossa decisão, o Senhor é que vai a nossa frente, Ele mesmo muda o coração e transforma a circunstância (coisa que nenhum de nós pode).
Não podemos, entretanto confundir. Dizer que o Senhor nos abençoa não quer dizer que Ele nos livra da prova. Daniel foi pra cova dos leões mesmo tendo decidido firmemente não se contaminar... aliás foi exatamente por isso que ele foi parar lá! (essa parte da história ta no capítulo 6 de Daniel). Assim como ele, quando decidimos obedecer o Senhor, o inimigo se levanta contra nós. Vamos passar por situações bem difíceis, que parecem o fim... vamos olhar e dizer “pronto, agora não tem mais jeito, é o fim!” mas o Senhor continua conosco mesmo nesse momento e pra Ele TUDO tem jeito... nem mesmo a morte é o fim, Ele é soberano sobre os impossíveis! Nosso papel é apenas obedecer e confiar (não que esse “apenas” signifique que obedecer e confiar seja fácil).
Mais uma característica de Daniel: ele foi perseverante em oração! Ele orava em secreto em seu quarto, mesmo isso significando ir contra a lei da sociedade em que estava. Ele também não orava para afrontar ninguém ou para parecer religioso/santo diante de nenhum homem, orava porque simplesmente sabia que precisava estar perto e diante do Senhor... era só a atenção dEle que importava. Tenho observado o quanto ao longo de toda história.. tanto nos tempos bíblicos quanto nos atuais, a maneira como grandes homens de Deus são persistentes em oração. Muito maior do que o tempo que estão na frente de alguém falando o que o Senhor mandou ou pregando ou mesmo a frente de algum ministério executando algum serviço, é o tempo de oração. O tempo a sós com o Senhor é muito mais importante para homens como Daniel do que o tempo gasto enfrentando o inimigo numa batalha... isso porque Daniel conhecia o Deus a quem adorava... Ele sim é o Deus verdadeiro, o Todo Poderoso e Aquele que luta em nosso favor. Preciso aprender a fazer como Daniel e correr para Sua presença, antes de tentar eu mesma enfrentar uma situação. O Senhor alcança onde nós não alcançamos e muda a mente e o coração (como o do rei) como nós não podemos mudar.
Pai, eu quero ser decidida e persistente como Daniel, mesmo que pra isso seja necessário passar pela cova dos leões! Quero ter um caráter provado e aprovado diante de Ti! 
Essa música é ainda sobre o mesmo assunto, marcou minha adolescência e ainda hoje me toca muito. Lembro do blog cada vez que ouço... e lembro também da decisão que tenho tomado diariamente!



Daniel - Resgate
Os manjares do rei
O contágio fatal
Aparência do bem
Na essência o mal
Os palácios do rei
A eterna prisão
Os tesouros da vida
Em ruínas no chão
Quem vai negar?
Quem vai negar?
Se prostrar todo dia
E provar ser fiel
Ser lançado na cova
Sair ileso como Daniel



terça-feira, 4 de outubro de 2011

#SóPraMeninas Princesa ou mendiga?

Era uma vez…
Um reino distante. O Rei Pedro Augusto era famoso devido ao amor que demonstrava pelo seu povo. O resultado desse amor era a justiça com que governava. O rei perdera sua esposa há alguns anos , sendo assim, lhe coube a educação de suas duas filhas, as princesas Rebeca Liana e Helena Maria. Rebeca e Helena se davam bem. Aprenderam desde cedo o valor da palavra “dividir” e graças ao seu pai, também aprenderam o valor da palavra amor. Certamente, elas foram criadas rodeadas de riquezas, poder e qualquer coisa que queriam estava ao seu alcance. Mas o rei não permitia isso. Ele sabia, que de certa forma, tanta riqueza, fortuna, poder, acabaria estragando suas filhas. Ele queria o melhor para elas e por isso as protegia. Não permitia que elas saíssem do palácio, não queria que elas conhecessem o mundo, pois ele sabia que lugar feio e horrível era esse. Sabia que lá, elas se machucariam e sabia que lá, elas não poderiam ouvir a sua voz.
Mas, Rebeca um dia, se rebelou. Cansada de ser protegida pelo seu pai, ela quis conhecer o mundo. Queria conhecer algo que pensava não conhecer, o amor. Ali, protegida pelo seu Pai, não havia ainda conhecido os prazeres desse mundo. Não havia ainda se apaixonado, não tinha conhecido nenhum homem capaz de arrebatar o seu coração. Em busca do amor verdadeiro, fugiu. E de fato, ela conheceu o mundo. Conheceu rapazes e quando ela pensou que havia encontrado o amor verdadeiro, descobriu que na verdade, encontrara a paixão. Ela tentou correr para outro rapaz; e suas tentativas novamente foram frustradas. Cada vez, ela se machucava. Cada vez, seu coração sangrava mais e cada vez, ela se afastava mais de seu Pai.
Com vergonha de voltar para casa, com vergonha que seu Pai, tão amoroso a visse nesse estado, ela desistiu. Desistiu de correr atrás do amor. Cansada de se machucar, sentou em uma pedra e chorou, chorou como nunca chorara antes. Ela sabia que estava carregando os pedaços do seu coração. Em meio ás suas lágrimas, ela ouviu passos. “Não, Ele não. Qualquer pessoa menos Ele! Ele não pode me ver assim.” Pensara consigo. E para a sua surpresa, o Rei, seu Pai, viera busca – lá. Ela com vergonha, Ele com amor. Foi ai que ela começou a entender muitas coisas. Que o amor que ela queria conhecer, ela já conhecia, o amor do seu Pai. E Este, prometeu que ela ainda saberia o que é o amor de um homem por ela, mas não um homem qualquer, um príncipe.  Ele contou a ela, e ela entendeu, que,  era por isso que ela estava protegida no palácio, para que não se machucasse, para que o cara certo e na hora certa, pudesse chegar até ela,  mas ele teria que passar pelo Rei primeiro. Então a princesa Rebeca, descobriu que encontrara o amor verdadeiro, incondicional e eterno. O amor de seu Pai.
 “O coração de uma mulher deve estar tão escondido em Deus, que o homem deve procurar a Deus a fim de encontrá-lo.” Max Lucado
 Quem você tem sido,  garota? Uma princesa que espera e descansa em seu Pai, sabendo que no tempo certo, Ele vai te trazer o cara certo, ou você tem sido uma mendiga, saindo por esse mundo afora, em busca do amor? Em busca do tal “amor verdadeiro”? Ou correndo atrás de um rapaz, e depois de outro e mais outro? Tem se comportado como uma mendiga correndo atrás do amor de alguém, que no fundo você sabe que não é o príncipe certo para você?
A escolha é sua. Ser princesa ou mendiga.

ARTIGO RETIRADO DE euescolhiesperar.com
Para ver o original: http://euescolhiesperar.com/princesa-ou-mendiga/



Tenho escolhido ser uma princesa! Não que essa escolha seja fácil, é necessário lembrar dela todos os dias... e não é fácil também segurar a curiosidade... a vontade de conhecer o que se passa além dos portões do palácio...
Mas sei que permanecer aqui dentro é o melhor pra mim, e vale a pena... todas as histórias que tenho ouvido de princesas que sairam, são como a da Rebeca... elas voltam tristes, machucadas e com histórias nem um pouco legais...
Prefiro confiar no amor do meu Pai!